Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

Memória curta

Jamais votaria no Sócrates. Mas dou por mim a defendê-lo. Com uma campanha contra o défice tão bem orquestrada e tão de direita, nenhuma pessoa que se considere de esquerda pode ficar indiferente. PSD, FMI, os bancos portugueses e o próprio Público (este jornal transformou uma crítica a Bruxelas feita por Stiglitz no El País,  em uma crítica a Lisboa e a Madrid). Todos estes andam em pânico com o défice.

O que chateia é que todos estes se esquecem que tem realmente a culpa da crise! Quanto dessa divida não resultou da necessidade de injectar dinheiro em bancos à beira da falência? Isto é, da necessidade de salvar as poupanças dos portugueses da má gestão dos banqueiros. Infelizmente os jornais, o FMI, o PSD e a população portuguesa esquecem-se disso.

Os bancos devem ser obrigados a contribuir para a saída da crise. Eles são mais responsáveis por ela do que qualquer outro.

Anúncios

22 de Abril de 2010 - Posted by | Economia | , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: