Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

A divisão do bloco central

Publiquei num post anterior a minha análise dos resultados eleitorais de 2009. Ficou no ar o que pode acontecer no futuro. Mas este 25 de Abril deu-me algumas pistas. Mas, para eu não ser mal entendido, tenho de clarificar o modo como vi a unidade do bloco central. Não estou a dizer que o PS e o PSD estiveram aliados até à chega de Passos Coelho à direcção do PSD. Não obstante, o facto do Sócrates ter levado o PS muito à direita, retirou espaço de oposição ao PSD. A Manuela Ferreira Leite só pode pedir correcções de política; não uma política diferente.

O Passos Coelho foi obrigado a radicalizar e a levar o PSD ainda mais para a direita. Já comentei isto aqui e aqui. O PS felizmente, não foi atrás e opôs-se, com toda a esquerda, à proposta de revisão constitucional. Não obstante, todo este processo deslocou o centro para a direita. Quais são as consequências disto? O desaparecimento do CDS, espremido na extrema direita, ou o deslocamento das intenções de voto acompanhando o centro? (Neste segundo caso, o BE é o partido que provavelmente vai perder, considerando que a rigidez do voto no PCP se mantém.)

Anúncios

25 de Abril de 2010 - Posted by | Partidos, Sociedade portuguesa | , , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: