Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

A manta curta de Alegre

Alegre tem, sobre si, uma manta curta. Quando tapa a cabeça, descobre os pés. Esta é a situação em que lhe deixou o compromisso assumido com BE e com a ala esquerda do PS. O poeta está num impasse: não pode concordar nem discordar do plano de austeridade de Sócrates. Por isso publicou hoje uma vaga reflexão sobre a crise. A  afirmação de que “A questão é saber se havia alternativas. Não sou uma pessoa para fugir a responsabilidades.”, mostra duplamente sua a incompetência e as suas impossibilidades.

Mas enquanto os soaristas conseguirem fazer pairar a sombra de Fernando de Nobre no ar, Manuel Alegre terá de fazer o jogo dos socialistas. Aliás, ele não escondeu as suas intenções. Manuel Alegre já afirmou taxativamente que se for eleito, não entregará o cartão de militante no Largo do Rato. Tudo “conspira” para que o BE se contente com migalhas, e que durante as próximas presidenciais esteja na mão do PS.

E o PS até se dá ao luxo de fazer esperar Alegre. Não me surpreenderá ver a Comissão do PS, dentro de dias, a adiar a decisão de apoiar ou não Alegre, justificando que o país está em crise e que ainda é muito cedo para romper a colaboração com Cavaco.

Anúncios

17 de Maio de 2010 - Posted by | Partidos | , ,

2 comentários

  1. Mesmo com a dissertação indo a todo vapor vc ainda encontra tempo para escrever no blog.
    Vc não dorme Zé!
    (huahua)

    beijuuuuuuuu

    Comentar por Bárbara Lacet | 17 de Maio de 2010

    • Não consigo estar 18 horas por dia a pensar na mesma coisa… Tenho de variar. Tudo bem com vc?

      Comentar por josferr | 17 de Maio de 2010


Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: