Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

A gula do capitalismo

Li hoje uma notícia no JN e fiquei muito preocupado. A ministra da saúde veio hoje a público defender o sistema de saúde (ver aqui também). Defendê-lo que quem? Ela esqueceu-se de apontar o dedo, mas eu faço-o por ela: Pedro Nunes, o bastonário da Ordem dos Médicos, e Passos Coelho. O PS, até agora, tem sido contra.

A quem interessa a privatização do Sistema Nacional de Saúde. Ao contrário do que possa parecer, é aos médicos que interessa menos. Trabalhando para um hospital privado, eles perderiam as suas regalias (por certo excessivas, como prova o facto de poderem abrir seus consultórios privados para fazer o que não fazem no hospital público). Dedicando-se apenas ao seu consultório privado, perderiam a segurança do salário ao fim do mês.

Tampouco seriam os utentes, já empurrados para o sector privado devido às eternas listas de espera. Se o SNS fosse posto em causa nada ganhariam e ainda perdiam um serviço nacional de urgências com grande qualidade.

Quem ganharia com tudo isto, eram as seguradores e, seus donos, os bancos. Se se fizesse a vontade de Passos Coelhos, todo o português seria obrigado a ter um seguro de saúde por lei. Como se vê, são as “leis do mercado” ditadas na Assembleia da República!

Anúncios

3 de Junho de 2010 - Posted by | Economia, Sociedade portuguesa | , , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: