Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

Pontos de vista

“O PS e o PSD não se distinguem; brigam apenas por votos e cargos políticos. Por isso, em seus debates os preocupa tanto o carácter pessoal do adversário. É que as suas posições políticas realmente não se distinguem”. Se um militante do PS ou do PSD me lê-se agora não me entenderia, ou melhor discordaria de mim. Portanto, vou reformular a frase para que eles me entendam: “O PCP e o BE não se distinguem; brigam apenas por votos e cargos políticos. Por isso, em seus deba- tes os preocupa tanto o carácter pessoal do adversário. É que as suas posições políticas realmente não se distinguem”. Obviamente, as duas frases não estão certas e tampouco estão erradas. Em política, tal como numa paisagem, duas linhas paralelas parecem convergir para um ponto à medida que nos distanciamos delas.

Tendo a acreditar que os posicionamentos políticos divergem por três aspectos: os grupos em que buscam apoiar-se, as necessidades de sobrevivência da organização política e a idiossincrasia dos líderes. Haverá que entender como estes três factores condicionantes das posições políticas interactuam. Contudo, o que me parece possível colocar a hipótese de  que o PSD e o PS, assim como o PCP e o BE, se unem em torno de um mesmo grupo de apoio e se distanciam pelas necessidades de sobrevivência da sua organização.

Esta hipótese de trabalho permite muitas conclusões. Mas são todas precipitadas, porque as conclusões não se tiram de hipóteses, mas de dados. As hipóteses serve apenas para ir dizer de que dados devemos ir à procura. Somente quando os dados confirmam a hipótese, esta se transforma em conclusão.

Anúncios

5 de Junho de 2010 - Posted by | Metodologia | ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: