Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

Jornalistas e extra-terrestres

Chamo a atenção para o inquérito DN de hoje. A pergunta é “O resultado das eleições americanas são um cartão amarelo a Obama?” e as respostas vão em 560 (81%) votos sim e 129 (19%) votos não. Se algo faz confusão é como 129 pessoas responderam não numa pergunta cuja resposta é óbvia e única. Negro, em crise e a tentar rumar infrutiferamente contra a maré, nem podia ter acontecido outra coisa.  Aliás, só me surpreende que tenha conseguido manter a maioria no Senado.

Sem concordar com Obama, que em vez de querer transforma a sociedade insiste em salvar o capitalismo dele mesmo, não posso deixar de me espantar com a classe jornalística. Para quê esta pergunta com uma resposta tão óbvia?! Não valeria muito mais perguntar se estas eleições são um cartão vermelho? Aí sim! as respostas dos leitores do DN seriam interessantes. Mas não, os jornalistas do DN preferiram juntar-se à campanha mundial para devolver a presidência americana a um branco republicano. Preferem colocar à partida uma pergunta cuja resposta já se conhece: todos vão responder de forma desfavorável (que em política quer dizer SEMPRE ‘em contra’) a Obama.

Posto isto, não me espanta que esses senhores jornalistas olhem, com faz Fernanda Câncio, para os jornalistas do jornal Avante!, como se fossem extra-terrestres.  Numa profissão de cordeirinhos, a simples presença de ovelhas tresmalhadas ofende.

Anúncios

3 de Novembro de 2010 - Posted by | Ideologia, Mundo | ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: