Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

Portugal e o IDH

No Relatório de Desenvolvimento de 2009 Portugal ocupava a 34ª posição; no relatório de 2010 a 40º. Que se passou? Obviamente, houve uma mudança de metodologia. Para ficarmos com uma ideia clara disso, vejamos que em 2005, Portugal ocupava a 27ª posição ou a 37º segundo a velha ou a nova metodologia. O que justifica tamanha discrepância?

Olhando para o anexo metodológico podem apresentar-se duas razões. 1) O Índice de Adultos Escolarizados deu lugar a um Índice de Anos de Escolaridade Esperados. Isto é, existe hoje um maior rigor na análise da componente educação que substitui a percentagem de pessoas alfabetizadas pelo número de anos que se espera que um aluno médio que entre nesse ano na escola vá estudar. 2) A forma de agregação dos três componentes – saúde, educação e rendimento – se alterou. Ficando Portugal mal qualificado na componente de educação, com a nova fórmula de cálculo, os outros dois componentes não conseguem puxar o IDH para cima da mesma forma. Já não se trata da média entre os três componentes.

Obviamente, existem sempre entradas e saídas de países em análise que alteram o ranking. Mas não tive paciência para analisar esse aspecto.

Anúncios

23 de Dezembro de 2010 - Posted by | Portugal, Sociedade portuguesa | , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: