Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

FMI e (des/re)industrialização

Depois de ter publicado um post sobre as nuances entre o discurso de Jean-Claude Trichet e Dominique Strauss-Kahn, descobri, com mais detalhes, as declarações do Presidente do FMI ao Bloomberg citadas pelo Jornal de Negócios. O modo como Strauss-Kahn fala de “resposta abrangente” faz-me pensar (impressão minha?) que ele crê pouco numa solução que parta dos Estados nacionais – ao contrário do que defende o BCE.

Quando Strauss-Kahn afirma que a maneira mais eficaz de pagar a divida é com elevadas taxas de crescimento (ver o post anterior), ele põe o dedo na ferida. O que está em causa é a re-industrialização da Europa, em particular da Europa do Sul, como se pode depreender deste debate entre Medina Carreira e Carlos Monjardino (ou de uma posição do PCP que já citei neste blog). Mas ao contrário de Medina Carreira ou do PCP, eu não creio que os Estados Nacionais tenham condições para promover a re-industrialização do país. Eles perderam o controlo sobre um dos instrumentos mais eficázes para fazê-lo: a política monetária. Terá de ser, como se depreende das declarações do economista alemão, resultado de uma política industrial europeia.

Anúncios

20 de Fevereiro de 2011 - Posted by | Economia, Portugal | , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: