Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

País em campanha

Ontem começou a campanha eleitoral em Portugal. A primeira atividade de campanha juntou os seis partidos com assento parlamentar: o debate do PEC IV. Em primeiro lugar é preciso abandonar a falsa ideia de que o PEC, negociado em Bruxelas, era desconhecido pelo PSD. Apesar de se falar em “esquecimentos imperdoáveis” de Sócrates, não é possível que algo tenha saído para Bruxelas sem conhecimento do atual presidente e do futuro primeiro ministro. Aliás Sócrates insinuou-o numa declaração que passou desapercebida.

De qualquer modo, a falta de credibilidade do governo deitou-o a baixo. Como bem assinala Medina Carreira, apresentando medidas  de austeridade de três em três meses o governo perdeu a sua capacidade de governar. Para o PSD, o problema não estava nas medidas do PEC IV mas na falta de credibilidade do governo. Tacitamente ou por baixo dos panos, houve uma acordo entre Sócrates, Passos Coelho e Cavaco Silva para deixar cair o governo. A Sócrates convinha: quanto mais se estendesse o seu governo maior seria o seu desgaste. A Portugal também: o governo estava à beira da ruptura.

Seja qual for o partido que governe, o programa do novo governo já foi definido: o plano de austeridade aprovado por Merkel e pelo BCE. As palavras de Merkel e de Trichet reforçam a “inevitabilidade” do plano, já que, por muito que o faça parecer, nenhum partido de centro está disposto a bater o pé a Bruxelas.

Assim se definiram o termos da próxima campanha eleitoral. Um PS que já mostrou que não serve e decidiu ir a votos antes de desgastar-se ainda mais. Um PSD que não é alternativa política, é apenas mudança de pessoas. O PSD apontará o passado recente de Sócrates sem saber dizer em que será diferente. O PS prometerá um futuro risonho ou, pelo menos, recomendado por Bruxelas. E três pequenas candidaturas disputando as migalhas de um bolo de votos que o centro nem sequer tem capacidade para agarrar! Como tão bem sintetizou Teresa de Sousa.

Anúncios

25 de Março de 2011 - Posted by | Partidos, Portugal | , , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: