Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

O trunfo da direita

Se estivéssemos a jogar à sueca, podíamos afirmar que o governo gastou o seu melhor trunfo quando ainda estão bastantes pontos em jogo. O primeiro ensaio tem pouco mais de um mês: o Correio da Manhã publicou que Vítor Gaspar tem a alcunha de Salazarinho entre os seus pares. A estratégia de marketing correu bem. Há dias Passos Coelho deu-se ao luxo de comparar as suas opções com as de Salazar. As medidas de austeridade são assim, de facto, corretamente comparadas com a poupança de Salazar. (Não é este o assunto deste post, mas recomendo este artigo para quer queira ver quanto a relação entre crescimento e poupança, defendida por Passos Coelho e por Oliveira Salazar, é falsa até do ponto de vista do capitalismo).

O efeito da notícia foi o esperado. Como comentei aqui, quando o debate político se fica pela oposição entre o honesto e o corrupto (uma política onde não discute política), quando, ao mesmo tempo, a ideia de honestidade se baseia num moral conservadora, é natural que portugueses já chamem por Salazar. A esquerda equivoca-se e junta-se à festa, associando Passos Coelho a Salazar, contribuindo assim para a campanha deste governo. Salazar está envolvido numa áurea de poupança e honestidade à qual o governo apela para proteger-se. (Essa “áurea de honestidade” deve ser explicada. Algumas hipóteses já expus aqui, mas estas são certamente insuficientes).

A jogada é arriscada. Este governo já vem dando sinais de desgaste desde o final de 2011. À medida que o governo se for desgastando, o PSD irá certamente colar-se cada vez mais à imagem Salazar. Isso poderá salvá-lo. Mas também poderá fazer o contrário: este governo do PSD arrisca-se, fracassando, a levar com ele a boa imagem de Salazar. E pode ser que aí os portugueses compreendam, finalmente, que NÃO É em poupar que está o ganho!

Anúncios

3 de Fevereiro de 2012 - Posted by | Portugal, Sociedade portuguesa | , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: