Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

Novas medidas de austeridade

Quando estive em fevereiro em Portugal, o meu pai afirmou que era impossível o governo avançar com mais medidas de austeridade. No máximo, iriam buscar os subsídios de férias e de natal do sector privado – o que o deixava de fora como reformado. Eu, timidamente para não assustar, afirmei: não são os salários que vão ser cortados; são os preços que vão subir. E confirmou-se. Os preços da electricidade e do gás natural aumentaram recentemente e, sem dúvida, terão impacto em todos os outros preços.

Medidas de austeridade em sentido estrito são pouco prováveis e, a acontecer, isolarão o governo. Embora o governo pareça disposto a fazê-lo caso a troika exigir. Mas os resultados do bom aluno são maus (ver também aqui, aqui e, especialmente, aqui) e, por isso, é possível que o professor reveja a sua lição.

A acontecerem, novas medidas de austeridade em sentido estrito colocarão Portugal no caminho da Grécia. Não só em termos económicos, mas também em termos políticos. O patronato português, empurrado para a falência pelas medidas de austeridade – à excepção da subsidiada banca – , será acometido por um patriotismo sem precedentes. Esse patriotismo inusitado beneficiará, sobretudo, o Bloco de Esquerda como beneficiou o Syriza.

Mais uma vez sou levado a afirmar que a “consciência” das massas é produto do debate político das elites. Saiba a esquerda aproveitá-la.

Anúncios

1 de Julho de 2012 - Posted by | Partidos, Portugal | , , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: