Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

Vão morrer longe!

Queria comentar, mas passou-me. As declarações proferias sábado passado por Fernando Leal da Costa, secretário de Estado da Saúde. Em poucas palavras, o secretário de Estado diz aos portugueses: vão morrer longe. Só é possível responder, a ele a a todos os seus colegas de governo, na mesma moeda: vão morrer longe! Mas muito longe.

Se formos estúpidos (como Gaspar) e optarmos pela política da folha de excel, compensa ao Estado que os portugueses fumem. Segundo Leal da Costa, os fumantes custaram ao SNS quase 500 milhões de euros por ano. Não obstante, os mesmos fumantes pagaram em impostos apenas sobre o tabaco mais de 700 milhões de euros só até agosto. Portanto, Leal da Costa é ainda mais estúpido por acreditar – ou querer fazer-nos acreditar – que o Estado português poupa dinheiro se os portugueses deixarem de fumar. O secretário de Estado mente!

Mas é mais grave. Como se pode ver aqui, apenas 5 em cada 100 euros de impostos vai para o SNS. A grande fatia do bolo vai para a gestão da dívida do Estado; ou seja, para a banca. Dívida essa que veio de ruinosas PPPs, cujo parceiro privado incluiu sempre a banca; ou feita pagando juros de dívida com mais dívida para alimentar o lobby da banca. Porque o dinheiro da dívida não foi para o Estado social. Enfim, atiram-nos areia para os olhos: se não há dinheiro para financiar o SNS é porque o Estado anda, há anos, a financiar a banca.

Mas porque raio o estúpido do Leal da Costa veio fazer estas bárbaras afirmações? Ora, para que os portugueses se sintam culpados e permitam ao governo destruir o SNS. Para que os portugueses troquem o SNS pelos seguros privados de saúde. Para ajeitar mais uma negociata – a dos seguros – para a banca! Sempre para a banca.

Anúncios

31 de Dezembro de 2012 - Posted by | Economia, Ideologia, Portugal | , , ,

2 comentários

  1. Como hoje acordei com o sentido de humor bem apurado, lembro que pode ser genuína preocupação com o bem estar dos portugueses… sem uma alimentação suficiente em termos qualitativos e quantitativos, encharcados em telenovelas e reallity shows, sem forma de pagarem as taxas moderadoras, sem modo de se aquecerem… mas são gente saudável, que não fuma! Ora… eles que vão morrer longe! Subscrevo cada palavra!

    Comentar por pequenasutopias | 31 de Dezembro de 2012

  2. Bem, o meu comentário foi “E que tal um pano encharcado nas ventas destes garotos»? Ou, perante a indigente carta de Pedro e Laura no FB, “Metem dó com tanta pobreza de espírito, um dó sem pena mas insultuoso por tanta baixeza !»

    Comentar por Victor Nogueira | 31 de Dezembro de 2012


Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: