Fala Ferreira

Assim me saúdam os amigos de Guatemala.

Salvar a UE da crise

Como político de sofá que sou, vou propor três medidas para salvar a UE da crise. Eu não disse isso; já o li algures. Mas como não me lembro onde cá vai!

1) Não há crise. Hoje o prémio Nobel da economia de 1991 afirmou que os problemas da dívida pública não se põem a UE e aos EUA de igual modo que a outros países. Portanto, nada de precipitações.

2) Deixar de confiar no mercado – que é estúpido, segundo o mesmo Stiglitzer – e regressar ao investimento do Estado dos tempos de keynesianismo. Só assim se pode gerar emprego e riqueza num período de crise.

3) Escolher criteriosamente os sectores onde investir. Dizer é fácil. Mas eu dou-lhes já o nome

  1. A banca cuja sobrevivência dependeu, ainda há pouco, do bolso dos contribuintes.
  2. As energias renováveis que prometem tornar a economia independente do petróleo e obrigam a grandes investimentos em matéria de desenvolvimento científico e tecnológico.

É para não dizer que eu só critico!!!

Anúncios

19 de Abril de 2010 - Posted by | Economia | ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: